SEO (Search Engine Optimization) é definido como um conjunto de estratégias e técnicas com o objetivo de potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados naturais (orgânicos) nos sites de busca, conquistando mais visitantes e consequentemente mais conversões.

Para tornar toda esta informação acessível surgiram os mecanismos de busca, tais como o Google, Yahoo! e Bing. Estes mecanismos possuem robôs automatizados que varrem toda a Web, indexando toda informação disponível e em seguida, esta informação é disponibilizada para consulta.

É muito importante não confundir os resultados orgânicos com os resultados patrocinados. Como exemplificado na imagem, os resultados orgânicos são marcados com verde e os resultados patrocinados são marcados com vermelho.

 

Título da página

De todos os fatores On-Page, o título da página, definido pela title tag (<title>), é o mais importante ponto a se trabalhar em uma página. É quase uma unanimidade que este seja o fator mais importante em um site. Salvo o conteúdo, que não será tratado aqui como um fator, já que é o mínimo esperado de um site, a title tag merece toda a atenção do SEO.

Palavras-chave e Nome do Site

Na composição do título de cada página, é primário que sejam utilizadas as palavras-chave mais pertinentes ao conteúdo oferecido por cada página, e interessante que o nome do site apareça também, assim, cultiva-se uma fixação da marca do site a medida que as pessoas se deparam com suas páginas nas ferramentas de busca.

Preferencialmente, o nome do site deve vir depois do título contextualizado da página, de forma semelhante à procedida na Agência Mestre:

 

 alt=

Meta Tags de Qualidade

Criar uma regra para que as meta tags (description) seja “montada”de forma automático, a partir do assunto da página, é uma alternativa muitas vezes viável e prática, mas com certeza a criação manual de meta tags gera resultados muito mais relevantes. Claro que isso não é possível de ser feito para 100% dos sites e das páginas, mas a automatização deve ser deixada para último caso mesmo.

A qualidade de uma meta tag tem dois lados a serem avaliados:

  • Como uma pessoa avalia a meta tag
  • Como um buscador avalia a meta tag

Para uma pessoa, a meta tag precisa ser chamativa, interessante, informativa, curiosa e com um toque de call-to-action. Para um buscador, a meta description é simplesmente relevante no quesito textual, mas acaba-se utilizando informações sobre taxa de cliques (CTR) para privilegiar um pouco aquele resultado.

Quando falamos sobre meta keywords, basta selecionar as palavras importantes da página e listá-las juntamente com suas variações e sinônimos. Apesar de a meta keywords não ter valor para os mecanismos de busca, alguns sistemas de social bookmarking podem ainda sim usá-las para classificar o conteúdo da página em seu sistema. Para esses casos, fica interessante manter o uso de meta keywords nas páginas do site.

Meta Tags: Quantidade

Quantidade também é uma informação a se ficar atento no que diz respeito às meta tags, mas, claro, não é sobre a quantidade de meta tags, e, sim, a quantidade de caracteres em cada meta informação. Esse, provavelmente, é o maior desafio na criação de meta tags.

Por exemplo, da mesma forma que ao criar um título, é interessante que apareça o nome do site, mais o título da página e mais algum outro detalhe relevante, tudo isso sem ir além de 58 caracteres; para a meta description, a preocupação é não cruzar 160 caracteres e ainda passar o recado sobre o conteúdo da página utilizando os termos importantes para a página.

Para manter o controle sobre a quantidade de caracteres, procure um contador de caracteres como o que nós temos em nossa página com ferramentas de SEO.

Palavras-chave – Conteúdo e URLs

O uso de palavras-chave deve ser planejado basicamente em 2 ramos: conteúdo e URL. Para conteúdo, é importante definir quais palavras serão utilizadas em cada página, bem como a distribuição de todas palavras pelo conteúdo do site. Já as URLs devem ser criadas baseadas no conteúdo que ela vai hospedar, geralmente, apresentando uma variação da palavra-chave principal de tal página.

Desenvolvimento do Conteúdo

Aliado a idéia de organizar o conteúdo em subtópicos e definir heading tags está o planejamento do uso de palavras-chave ao longo de uma única página, bem como de todo o site. A cada novo subtópico, ramo ou derivação de tema, uma nova palavra-chave surge (e são chamadas de keywords de Long Tail) e deve ser bem cuidada. É muito comum entre SEOs ou donos de sites que se detenha toda atenção sobre a keyword principal do negócio, por gerar um volume alto de buscas e visitas individualmente. Mas isso é um erro grave.

 

 

0
0
0
s2smodern
facebook_page_plugin

Localização